segunda-feira, 22 de outubro de 2007

8 coisas REALMENTE imbecis em filmes de terror


Filmes de terror pra “aborrecentes” são um gênero cinematográfico muito peculiar... Embora geralmente sejam uma porcaria, sempre encontram um publico cativo que garante sua continuidade (e lucros absurdos a seus investidores). Salvo raras e honrosas exceções, esse é um gênero que pessoalmente detesto, por isso, resolvi sacaneá-lo (é pra isso que blog’s servem, não? Sacanear o que não gostamos? :P).



1- que situação estranha... mas deve estar tudo bem!

Não importa quão bizarra seja a situação que esteja ocorrendo, ninguém desconfia que está correndo perigo, ou que o fulano esquisito na frente deles é um maníaco homicida... mesmo personagens que em tese deveriam “sacar” o perigo agem como mulas (policiais, agentes do FBI e outros do gênero). “Assim não pode, assim num dá”!! É demais pro meu saco!


2 – Eu acredito na ciência!!

Se existe um erro que o Sociólogo Max Weber cometeu foi a “previsão” que haveria uma secularização da sociedade humana (resumindo porcamente: onde a fé perderia cada vez mais espaço para a ciência). Isso obviamente não ocorreu. Basta não ser cego (ou burro) para perceber que a maioria das pessoas ainda adoram explicações metafísicas, simpatias e outras trozobas do tipo... Pois bem, mas quando essas pessoas são personagens de filmes de terror, elas se portam como legítimos adeptos do ceticismo!! Se na vida real a maioria das pessoas adotam explicações metafísicas para todo o tipo de fatos estanhos (ex: espíritos, encostos, conjugação astral, macumba etc), os personagens de filme de terror são de um ceticismo surpreendente!! Eles só se rendem as explicações sobrenaturais em ultima instancia (geralmente, prestes a serem mortos :P)!! Carl Sagan e James Randi ficariam orgulhosos...

3 – estou sozinho, venha me pegar!

Mesmo o maior dos panacas sabe que a melhor alternativa quando se lida com alguma ameaça externa desconhecida é se agrupar, seja pra poder enfrentar melhor o inimigo, seja para poder vigiar amigos “suspeitos”. Mas é claro que ninguém em filmes de terror faz isso, preferindo andar sozinho em lugares mal iluminados onde encontrarão a morte certa.

4 – eu te enfrento com as mãos limpas!!

Outra atitude sensata a se tomar é adquirir uma arma (já notou que quase ninguém tem uma nesses filmes? – e isso por que quase todo americano tem um trabuco em casa...). se você não pode conseguir uma arma de fogo, convém adquirir qualquer outra coisa que sirva como tal, como um porrete, um pedaço de ferro, ou até mesmo uma caneta (pô, vocês não viram “a identidade Bourne”? :P). mas não, eles também acham melhor sair correndo por ai desarmados e dando gritinhos...

5– suja, sangrando...mas gostosa!!

Alem do fato de que sempre tem uma cena gratuita de nudez e sexo (mesmo que não faça o menor sentido na trama), as mulheres dos filmes conseguem a proeza de estarem sempre gostosonas!!! Mesmo que alguém já tenha esmurrado a fuça delas, esfaqueado-as... mesmo que já tenham corrido uns 10 km do vilão... mesmo que estejam morrendo... ainda assim, seu cabelo estará bonito e ela estará usando decote!!

6– eu te derrubei... agora eu continuo a correr

Alem do fato de que nunca (mas nuunnncaaa meeessssmoooo!!) eles resolvem enfrentar a ameaça ao invés de ficar fugindo dela, quando por algum milagre conseguem desacordar o meliante ou atordoá-lo, eles não tratam de alguns itens básicos: desarmá-lo (e pegar a arma pra si) e certificar-se que está morto (isso pode ser garantido com um corte na artéria jugular, quebrando o pescoço, ou enfiando a caneta –lembram? :P – no olho do infeliz (se forem pessoas “humanistas”, podem pelo menos foder com as pernas dele e com os braços :P).


7 – eu acredito na ressurreição da carne

não importa o que tenha acontecido com a merda do vilão (esfaqueado, baleado, amputado, queimado ou o caralho-á-quatrado...) ele sempre irá voltar – para uma nova seqüência com clichês infindáveis...(no final de “o massacre da serra elétrica” – a refilmagem - o vilão reaparece, com sua bendita serra... só que um braço da anta tinha sido amputado!! Fica a questão: como o animal ligou a serra???).



8- Apetite do Scooby-Doo

Em filmes de terror onde os animais são vilões, os malditos desgraçados (além de serem verdadeiros ninjas) sempre estão com uma fome descomunal. Conforme você deve ter aprendido no National Geografic ou no Discovery Chanel (sim, eu duvido que tu tenha lido livros :P), a maioria dos animais carnívoros de grande porte (Leões, Crocodilos, Anacondas, Tiranossauros, etc) se alimenta APENAS uma vez a cada vários dias!!! Mas é claro que nesses filmes catinguentos a porcaria dos bichos do mal comem mais do que uma mulher deprimida presa na Fantástica Fabrica de Chocolates O_o


PS: não, nunca matei ninguém... pelo menos, não que eu lembre :P

PS2: filmes que são de terror e sacaneiam esses clichês costumam ser bons (como os recentes filmes do “chuck’ e a “trilogia pânico”)


PS3: não tenho nada contra filmes de terror, desde que eles não sejam idiotas ou ao menos saibam rir de si mesmos.

PS4: Meu resumo de Jogos Mortais: “é sobre um babaca que mata as pessoas para ensinar a elas o valor da vida, usando para isso métodos inspirados em episódios de Tom & Jerry”.

PS5: o “erro” de Weber ainda vai ser abordado de forma séria nesse blog...

4 comentários:

César A. disse...

Alvaro, deu ra perceber que se você não gosta é por um bom motivo, já viu todos os filmes do gênero... rsrsrsrs
Brincadeira, como tudo é muito cliche viu um, viu todos. Eu também não gosto muito do gênero, só assistia esses filmes no cinema quando estava afim de alguma menina e sabia que ela gostava desses scare movies. Sempre na hora que "assassino maníaco homicida matador" aparecia eu me mostrava disponível a ser agarrado para que elas não ficassem com medo, funcionou algumas vezes.. rsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrsrs
Sobre Weber, não diria que foi um erro, por que em Ciências Humanas não existe esse tipo de assertiva, mas se pararmos pra analisar que a descrição weberiana do processo de racionalização crescente no ocidente corresponde aos momentos pelos quais passamos nos dois últimos séculos, além disso, na Europa ocidental a importância dada a religião diminuiu e muito. Mas como você mesmo disse aguardemos a analise mais detalhada.
Sempre comento pq acho importante blogs serem comentados, além disso, seus textos são bem capricahdos e seria uma pena se não houvesse nenhuma manifestação a respeito, mesmo as minhas que são chatinhas.. srsrsrs
Abração

Alvaro Trigo fernandes. disse...

obrigadão cesár!

note que meu "erro" foi entre aspas. Uma vez li uma entrevista de um biologo que disse que o homem evoluiu para acreditar em deus, e não na biologia... aquilo fez um sentido tremendo pra mim e é a base da minha teoria sobre a religião, que um dia estara disponivel aqui. É complicado esse troço de secularização... religiões podem ter se enfraquecido, mas outras linha de pensamento religioso se ergueram (como o design inteligente, a lei da atração etc). Seria algo como a era do deismo :P
Vou seguir seu conselho e datar melhor a analise psicologica do batman (até porque, isso só vai consumir umas duas linhas).

Abraços e obrigado por comentar!

César A. disse...

Réplica:

Bem, o problema é acreditar na idéia de evolução do homem [não no sentido biológico] ou mesmo evolução da sociedade. Como bem disse Nietzsche e depois Foucualt a história é feita de descontinuidades e não há uma evolução. Nós não somos melhores nem piroes que os medievos ou os gregos antigos, nós apenas somos diferentes, e muito.
Não acredito na história de que o homem evolui para religião, parece uma idéia do séc. XIX presente em Hegel e, posteriormente, em Comte de que o moneteísmo é a evolução do politeísmo e que o posterior será sempre melhor que o anterior.
A própria idéia de evolução tem uma genealogia...
Não vou me estender mais, aguardo sua análise e depois debatemos...
Afinal é pra isso que escrevemos em blog, não é? ;-)
Estou aguardando seu banner
Abração

Anônimo disse...

EXCELENTE, mas ainda existem muitas outras coisas em filmes de terror que não fazem sentido. Ex: Sempre que se encontra uma pessoa na estrada é vital dar carona, mesmo que essa esteja suja de sangue e/ou tenha um olhar psicótico; Não importa se seu carro é um fuscão ou uma ferrari, quando tiver um doido te perseguindo ele não vai pegar no tranco; Em todo filme com adolescentes a maioria é a favor de fugir, enquanto sempre uma idiota convence os outros a brincar de explorador na mina abandonada, matadouro, casa velha caindo aos pedaços com histórico de assassinato etc, e no final acaba sendo a única a escapar com vida; Todo caipira é sempre deformado ou assassino ou ambos; Sempre que você esta sendo perseguido por um louco o tempo é chuvoso e você da um trupicão em alguma raiz de árvore; Não importa se vc ganhou a São Silvestre, o vilão sempre corre mais que vc ou te alcança mesmo que vc esteja correndo e ele se rastejando; Não importa quantos amigos o vilão matou, o(a) mocinho(a) nunca sente odio dele, tanto que sempre que tem chance de mata-lo, o(a) mocinho(a) (em um belo gesto de burric...digo, piedade) larga a arma pra trás e sai correndo; Japoneses sempre são felizes da vida e tiram foto de tudo; Não importa se o vilão é anoréxico, ele sempre é mais forte que o protagonista; Em todo filme com zumbis, estes estão no modo mute e tem um sistema de camuflagem embutido, tanto que sempre um deles pega alguem de surpresa; A mais gostosa é sempre uma das primeiras a morrer; Vilões nunca usam armas de fogo, preferem pá e um baldinho de areia ao inves de um AK47; e várias outras...^^